Governador Pedro Taques toma posse como presidente do Consórcio Brasil Central

Governador Pedro Taques toma posse como presidente do Consórcio Brasil Central

A cerimônia ocorreu durante seminário realizado no Palácio do Itamararty com a presença dos governadores que representam os estados que compõe o bloco

O governador do Mato Grosso, Pedro Taques, foi empossado como presidente do Consórcio Interestadual de Desenvolvimento do Brasil Central (BrC) durante o seminário Brasil Central: Transpondo barreiras e ampliando fronteiras. O evento ocorreu no auditório Wladimir Murtinho no Palácio do Itamaraty e teve a presença do Embaixador Marcos Bezerra Abbott Galvão, Secretário-Geral das Relações Exteriores, do Diretor do Departamento Econômico do Ministério das Relações Exteriores, Ministro Pedro Miguel da Costa e Silva e do presidente da Apex Brasil, Embaixador Roberto Jaguaribe Gomes de Mattos.

Taques assume após dois anos de mandato do Governador de Goiás Marconi Perillo. Durante o seminário, Perillo apresentou as conquistas que o Consórcio alcançou desde a criação em 2015 e os projetos que estão em desenvolvimento. Ele também ressaltou que encontros como o seminário realizado pelo Itamaraty são fundamentais para aumentar ainda mais o desenvolvimento econômico e social da região central do país. “Quero fazer um agradecimento muito carinhoso aos nossos secretários e a todo o time do Brasil Central que nos ajudaram a definir agendas cada vez mais avançadas ao longo desse período”, agradeceu aos que contribuem com o bloco. “Foi uma grande honra ter sido presidente do Brasil Central”, completou.

“Espero, amigo Perillo, atingir o seu patamar de liderança a frente deste Consórcio”, elogiou Taques em seu discurso de posse. Ele também elencou que as principais tarefas que terá ao assumir o bloco são fortalecer a imagem do consórcio como um novo agente político, fazer prospecção de negócios internacionais e continuar projetos que foquem no desenvolvimento social da população dos sete entes do Consórcio. O novo presidente conta com a cooperação do Governo Federal para o projeto de desenvolvimento econômico e social da região. “Nós precisamos de cooperação. Outro ponto (a realizar) é mostrar a união federal que nós ajudamos muito o Brasil. Agora o Brasil precisa olhar de forma diferente e nos ajudar mais ainda”, salientou.

Confira entrevista com Pedro Taques sobre os desafios do Brasil Central:

Reconhecimento

O Governador do Distrito Federal destacou a competência de Pedro Taques para conduzir o bloco de desenvolvimento. “Tenho convicção que vossa excelência com sua competência, com toda o seu espírito público e, a exemplo do Governador Marconi Perillo, vai dar continuidade a esse trabalho que dará inúmeros resultados positivos a população de toda a região do Brasil Central”, elogiou. “Quero desejar ao meu amigo Pedro Taques, que concorreu a eleição mais fácil da vida dele, sucesso nessa nova empreitada”, desejou o Governador de Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja.

“Agradeço bastante, Marconi, por ter liderado o Consórcio e por ter nos despertado vários assuntos de interesse da nossa região do Brasil”, reconheceu o Vice-Governador do Maranhão Carlos Brandão. Ele também lembrou que o novo presidente recebeu o voto de todos os colegas para assumir a presidência do bloco. “Foi uma eleição por aclamação porque entendemos que ele (Taques) é uma pessoa que tem completa condição de conduzir esse trabalho que o Governador Marconi Perillo estava fazendo”, completou.

O Governador de Rondônia Confúcio Moura parabenizou Pedro Taques. “Quero desejá-lo sucesso a frente do consórcio e parabenizar o Governador Marconi Perillo pela condução do consórcio até esse momento. Foi extraordinário”, disse.

Eleição

O Consórcio Interestadual de Desenvolvimento do Brasil Central (BrC) é uma autarquia pública formada pelos estados de Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Rondônia, Tocantins e Maranhão e pelo Distrito Federal. Dentro do consórcio existem dois órgãos principais: a Assembleia Geral, composta pelos Governadores dos seis estados e do DF, e o Conselho de Administração que é presidido pelo Secretário Executivo, Leonardo Jayme, e formado pelos Secretários de Estados indicados pelos chefes do poder executivo estadual e distrital. O presidente do consórcio sempre será um membro da Assembleia Geral.

A eleição de Pedro Taques como novo presidente do Consórcio ocorreu durante o último Fórum de Governadores do Brasil Central de 2017, realizado em Brasília no dia 6 de dezembro. O mandato do presidente é de um ano, podendo ser renovado por mais um.