Escritórios de projetos realiza treinamento com nova equipe

Escritórios de projetos realiza treinamento com nova equipe

Sete novos colaboradores passam a integrar o quadro de servidores do Consórcio Brasil Central 

Após um processo de aproximadamente dois meses, na última terça-feira (10) foi encerrado o treinamento da equipe do escritório de projetos do Consórcio Interestadual de Desenvolvimento do Brasil Central (BrC). Criado em meados de agosto de 2017, o escritório era formado por uma diretora, um coordenador e uma assessora. Agora, ela passa a ter um designer e cinco líderes de projetos. Além disso, um analista de Tecnologia da Informação começa a integrar a Coordenação de Gestão Estratégica e Conformidade.

As novas contratações, autorizadas pelo Conselho de Administração e pela Assembleia de Governadores, tem por objetivo dar mais celeridade e melhorar a qualidade da produção e acompanhamento de projetos, além de auxiliar no cotidiano do Consórcio. Para a Diretora de Planejamento e Portfólio de Projetos, Gilsa Costa, a nova equipe ajudará alcançar os objetivos. “A expectativa em relação aos profissionais é que eles consigam gerar resultados dentro da nossa carteira de projetos estruturantes já definido pela Assembleia Geral dos Governadores e pelos Conselheiros”, conta.

Propor novos projetos, ações e soluções será uma das missões desta equipe. Cada um dos cinco líderes foi escolhido para trabalhar diretamente com uma área estratégica de negócio do BrC.  Além de coordenar os projetos dentro de uma área de atuação, os profissionais serão coordenadores e interlocutores com os estados para a execução do projeto.

Segundo a Diretora de Planejamento, ao ampliar a equipe, o consórcio conquista um aumento significativo na qualidade e execução de programas e ações. “Ter mais profissionais e cada um em uma área de atuação muito específica, totalmente relacionadas as áreas de atuação do planejamento estratégico do Consórcio, fará com que a gente consiga abraçar todas as vertentes que o consórcio precisa atuar de uma maneira proativa, planejada e que permitirá de fato monitorar as ações e acompanhar os indicadores  para saber se a gente está indo no rumo certo”, defende.

Escolhas

A primeira etapa do processo de seleção foi o alinhamento da equipe do escritório de planejamento sobre a expectativa de trabalho e atribuições de cada um dos líderes, designer e analista de tecnologia da informação. Depois foi traçado os resultados importantes serem conquistados por cada um.

Após isso, foi definido o perfil dos futuros servidores e foi repassado para a instituição Vetor Brasil – organização sem fins lucrativos, suprapartidária – realizar a seleção em parceria com o Consórcio. “Com a certeza na total imparcialidade nesse processo seletivo e na qualidade dos currículos recebidos, a gente espera que realmente essa equipe produza muito e gere resultados da proposta sobre aquilo que o consócio foi criado, ou seja, para promover o desenvolvimento econômico da região e melhorar a competitividade dos estados que nós representamos”, conta.